7 fortes impressionantes para conhecer ao redor do mundo!

Construídos ao longo de grande parte da história da humanidade com o objetivo de garantir a segurança dos mais variados povos, os fortes, ou fortalezas, de centenas de anos de idade são edificações magníficas que encantam turistas de todos os cantos. Seja em meio ao mar ou no topo de uma colina, os fortes são ótimas atrações para os amantes de arquitetura, história ou mesmo de belas paisagens.

 Masada | Israel

Localizado no litoral sudoeste do Mar Morto, em IsraelMasada é na verdade um enorme planalto escarpado e desértico que garante paisagens dramáticas e muita história. O parque conta com um complexo que figura na lista de patrimônios da UNESCO e inclui ruínas de palácios e outros edifícios de centenas de anos. Uma experiência única é assistir ao pôr do sol do topo da fortaleza, de mais de dois mil anos, no ponto mais alto da região, onde se pode chegar a pé ou de teleférico.

Janjira | Índia

A Índia é cheia de fortes espetaculares e o Janjira é um dos mais famosos entre eles. Localizado em uma ilha que pode ser acessada de barco a partir da vila costeira de Murud, o fascinante forte oval tem muros de 12 metros de altura, todos muito bem preservados. O forte é famoso por ser quase impenetrável e ter resistido a diversas tentativas de ataque ao longo de sua história. Seu interior guarda palácios, canhões, e pinturas de centenas de anos.

Fort Jefferson | EUA

Com mais de 16 milhões de tijolos, o Fort Jefferson é o terceiro maior forte dos Estados Unidos e uma das maiores estruturas de tijolos do continente americano. A fortaleza fica localizada no arquipélago Florida Keys, no estado americano da Flórida, e começou a ser construída em 1846, ficando pronta somente trinta anos depois. No fim do mesmo século, o exército americano abandonou o forte e ele foi transformado em um monumento nacional, parte de um parque nacional de preservação ambiental.

Rumeli | Turquia

Construído na segunda metade do século 15, o Rumeli é uma enorme fortaleza otomana localizada em Istambul, na Turquia, no Estreito de Bósforo. O complexo foi construído como parte de um plano para cortar os suprimentos que chegavam à Constantinopla e garantir a conquista da cidade por parte dos otomanos. Depois deles, o forte serviu como parada para viajantes e até como prisão. Hoje, ele é um museu muito popular aberto ao público.

Rochedo de Gibraltar | Reino Unido

Rochedo de Gibraltar é uma enorme pedra calcária localizada em Gibraltar, um Território Britânico Ultramarino. Apesar de ser uma formação evidentemente natural, o enorme monólito foi usado por mais de um povo como fortificação. Por lá, ainda é possível encontrar restos de um castelo mouro construído por volta do ano 700. Depois dos mouros, britânicos construíram enormes túneis e galerias dentro da pedra, para se proteger contra os espanhóis e, durante a Segunda Grande Guerra, dos alemães. Essa rede de túneis é um dos principais atrativos par aos turistas, junto aos simpáticos macacos-de-gibraltar, os únicos macacos da Europa.

Königstein | Alemanha

Königstein é uma fortaleza medieval construída sobre uma montanha de mesmo nome às margens do rio Elba, há mais de 400 anos, perto da cidade de Dresden, na Alemanha. Os primeiro registros de uma fortificação na região datam de 1233 e o forte teve importante papel em diversos momentos do país, inclusive durante a Segunda Guerra, quando foi usado como depósito de artigos importantes. Hoje, guarda uma cidade e garante uma vista espetacular da Suíça Saxônica, nome do parque nacional alemão em questão.

Galle | Sri Lanka

Forte de Galle é, na verdade, toda uma cidade fortificada considerada um dos mais bem preservados exemplos de fortificação europeia na Ásia e uma das cidades coloniais mais bem preservadas no Sri Lanka. O forte foi primeiramente construído pelos portugueses, no início do século 16, mas depois foi tomado pelos holandeses, que construíram a atual fortificação com mão-de-obra local já no fim do século 17. Pela sua única combinação de elementos de arquitetura europeia e asiática, o complexo hoje figura na lista de patrimônios da humanidade da UNESCO.

FONTE: MSN