Novo navio da MSC tem inteligência artificial e shows do Cirque du Soleil !

Reúna 2.274 cabines, 12 restaurantes, 20 bares e lounges, chefs com até 3 estrelas Michelin, uma galeria cujo teto é uma tela de LED de 80 metros e uma tonelada e meia de chocolate — quantidade usada mensalmente para produzir mais de 90 produtos diferentes a bordo. Esses são apenas alguns dos impressionantes números do MSC Bellissima, o novo navio da MSC, lançado oficialmente neste começo de março.

A cerimônia oficial de lançamento aconteceu no primeiro final de semana do mês, em Southampton, na Inglaterra, com a presença da atriz italiana Sophie Loren. Na sequência, o Bellissima partiu para seu cruzeiro inaugural com destino final à cidade de Gênova, na Itália — e diversos outros destinos no mediterrâneo como portos de escala.

Embarcamos no navio gêmeo do MSC Meraviglia em Saint Nazaire, na França, para conhecer em primeira mão as novidades. Com uma área de decks equivalente a 63 campos de futebol e capacidade para mais de 5.600 passageiros, o Bellissima chega cheio de destaques na gastronomia, incluindo entre seus doze restaurantes um bar de tapas do chef Ramón Freixa (duas estrelas Michelin), uma exclusiva chocolateria do chef Jean-Philippe Maury (considerado um dos melhores chocolatiers do mundo) e os menus dos jantares de gala elaborados pelo chef alemão Harald Wohlfahrt, dono de três estrelas Michelin.  As opções de lazer vão desde os impressionantes 700m² das áreas de recreação infantil a simuladores de realidade virtual e automobilismo para adolescentes e adultos.

Inteligência Artificial

O novo MSC Bellissima representa também a entrada da companhia de cruzeiros na era da Inteligência Artificial: o navio é o primeiro do mundo a navegar com a presença de uma assistente virtual, a Zoe, instalada em todas as cabines de passageiros. 

Desenvolvida em parceria com a Harman e a Samsung Electronics, a tecnologia já conta com mais de 800 questões programadas para serem respondidas instantaneamente em sete idiomas, incluindo o português.  A ideia é que, com a Zoe, os passageiros não precisem mais se deslocar à recepção ou telefonar para a mesma para saber informações básicas como horários de restaurantes, localização de áreas de lazer, agendamento de massagem ou horários de desembarque, por exemplo.

FONTE: Uol